Prem Samit Janaina Benke


Por Atma Zen

Publicado em 16/08/2017 08:00



Foto: premsamit.com

INSCREVA-SE NO CANAL!

As novidades do Atma Zen no seu e-mail.

Seu e-mail nunca será divulgado.

Prem Samit Janaina Benke é idealizadora e co-criadora do Prem Samit Awakening Center, um Centro de Meditação e Desenvolvimento Humano. Oferece workshops, cursos, palestras, atendimentos individuais e retiros, e tem como propósito o despertar da consciência amorosa, a partir do desenvolvimento integral do Ser. Prem Samit trabalha para romper com os padrões limitantes das pessoas, e ancorá-las em seu mais pleno potencial - em uma jornada de autoconhecimento, em um caminho para a auto-realização. Ela está em Alto Paraíso de Goiás, preparando seu próximo workshop, e concedeu a seguinte entrevista ao Atma Zen.

Conte-nos um pouco da sua jornada pessoal. Onde nasceu? Qual sua formação? Como encontrou sua missão de trabalhar com desenvolvimento de pessoas? Nasci em São Paulo, em 1975, me profissionalizei bem cedo, viajei pelo mundo como bailarina, a dança era minha meditação. Em 1996 mudei pra Alemanha, fiz a transição do mundo de passos e estruturas para o mundo de transformação e transe através do trabalho de Pina Bausch, em uma dança poética e cheia de simbolismos, profundas reflexões, a partir do despertar da consciência do que nos move... essa reconexão interna com a energia motriz foi algo muito profundo e transformador. Para entrar em estados profundos de êxtase, eu teria que estar disposta a transformar absolutamente tudo que me impedia. Isso incluía todas as formas de inércia: a inércia física de músculos tensos e estressados, a bagagem emocional de depressão, sentimentos reprimidos, a bagagem mental de dogmas, atitudes e filosofias. Em outras palavras, eu teria que entregar tudo - absolutamente tudo. Na época, eu estava ensinando movimento para dezenas de centenas de pessoas e, através delas, comecei a me aprofundar em mim mesma. Entre a cabeça e os pés de uma determinada pessoa existe um bilhão de quilômetros de deserto inexplorado. Eu desejava saber o que estava acontecendo naquele deserto, não só em mim, mas em todos os outros também, assim, me tornei uma cartógrafa para os outros seguirem, mas não os meus passos, os seus próprios.

Sri Prem Baba é o seu Guru. Como foi que o conheceu? O que ele despertou em você? Muitos mestres me apoiaram em minha jornada, seres que tem meu respeito e admiração, mas nunca os via como um Guru, minha relação não era como discípula, eu dizia que "meu mestre é meu coração". Até encontrar o Prem Baba em meu coração, quando o vi pela primeira vez pessoalmente num Darshan, eu me dissolvi em lágrimas, algo muito forte aconteceu, ali naquele momento eu entreguei minha vida aos pés de lotus do Guru, eu senti que todos os caminhos me levaram ao Prem Baba, tudo fez sentido naquele instante, difícil de explicar em palavras, eu tinha encontrado o meu Guru que me ajudaria nesta jornada de despertar o mestre interno. Desde então uma revolução na minha vida, muita desconstrução, muita entrega, aprendizados, muitas curas... Prem Samit, significa Amor Silencioso, um nome que vibra em sintonia com propósito da minha alma, e que está a serviço do Amor. Ainda tem muito caminho pela frente, muito trabalho interno de purificação, de despertar, me sinto grata por ter encontrado Prem Baba nesta jornada.

Você idealizou e co-criou um Centro de Desenvolvimento Integral. Como funciona o trabalho do centro? Em nosso centro terapêutico o foco está no despertar da consciência. Compartilho nos grupos diversas técnicas de meditação para silenciar a mente e acessar o poder do coração, elevando o padrão vibracional do corpo em seu potencial de cura e transcendência. O nosso trabalho oscila entre a ativação da consciência maior e a purificação dos porões do inconsciente. Através do silêncio do êxtase (energia elevada) que vem da transcendência do corpo, mente, emoção, você tem acesso à lembrança de quem é você. De alguma maneira você entra em contato com expressões do real, experimenta notas da fragrância da bem aventurança, notas da fragrância do amor, da paz, da liberdade. Às vezes um instante de êxtase é suficiente para dissolver muitas das marcas que você carrega no seu sistema. Um instante de samadhi (iluminação) te liberta de marcas ancestrais. Mas tem determinadas marcas que requerem um trabalho mais profundo, requerem um entendimento, requerem a liberação dos sentimentos. As meditações propostas nos grupos trabalham com as sete chaves: movimento + respiração + som + consciência + ressonância energética + integração + silêncio, transformando vida-energia em vida-consciência. O foco é silenciar a mente e reconectar com o próprio centro, vivenciando a plenitude do Ser, presente, em comunhão com a existência, em êxtase profundo, e assim quebrar paradigmas e crenças limitantes, romper códigos de auto sabotagem, libertar conteúdos internos para que sejam dissolvidos e transcendidos, elevar o padrão vibracional do corpo, acessar planos de consciência mais elevados e assim promover um renascimento. A experiência é prática, pessoal, e intransferível.

Em 24 de agosto próximo, você vai oferecer um workshop em Alto Paraíso de Goiás. Como será esse trabalho? Quem pode participar? Todos, todas as idades, já teve pais que fizeram o workshop e voltaram trazendo seus filhos, meus avós de 87 anos já participaram de um grupo. A condição para participar é ouvir o chamado com o coração. Se tua intuição diz que você vai se beneficiar da experiência no grupo, venha. Muitos artistas participam, já que o trabalho desperta o potencial criativo, vem gente em busca de se curar de depressão, pânico, se libertar de traumas e bloqueios, tem gente que vêm por uma busca espiritual e gente que vêm só pra recarregar as baterias reafirmando sua fé na vida. Durante as meditações liberamos tanta ocitocina, serotonina, hormônios de felicidade e êxtase, que eu costumo me referir ao trabalho como bioquímica do Amor. É comum as pessoas voltarem e participarem várias vezes dos grupos, a cada vez você se conecta com camadas mais profundas em si mesmo. O "Turiya - a Fonte do Ser", é uma oportunidade para você se reconectar com a Fonte em si mesmo, despertando amor, rompendo bloqueios, ancorando a Presença e manifestando seu mais pleno potencial. Uma jornada da mente ao coração, do coração para o Ser. Conhecer as chaves de sustentação do êxtase, da energia elevada. Em outras palavras, como abrir e manter o coração aberto.
 
Que mudanças as pessoas podem obter em suas vidas a partir de uma vivência dessas? Se você medita, cedo ou tarde vai chegar no amor. Se meditar profundamente, cedo ou tarde vai começar a sentir um tremendo amor nascendo em você, que nunca sentiu antes. Uma nova qualidade do seu Ser, uma nova porta abrindo. Você se torna uma nova chama e então sente vontade de compartilhar. Tudo o que existe é energia. Amor é uma energia, a mais elevada que existe. Energia e Consciência se entrelaçam. Transformar vida-energia em vida-consciência é um dos poderes do coração. Despertar amor, é despertar a consciência dessa energia a partir do próprio centro, silenciando a mente e acessando a sabedoria do coração, seu poder de transcendência e o portal de infinitas possibilidades. Esse é o convite...
 
Qual mensagem você quer deixar aqui para as pessoas? Cada pessoa é um universo individual. Este universo individual pode ser um paraíso ou um inferno. Cada um cria a sua realidade. Com Amor ou sem Amor. É um sentimento inato à toda Centelha Divina. O Todo está dentro de todos. Cada um tem o Todo dentro de si. Portanto, o Amor já está dentro de cada um. Basta deixar que Ele atue. É uma escolha. Uma decisão. Basta compreender que o Todo é Amor. A meditação não é a solução para nenhum problema em particular; ela não resolve nada. Ela simplesmente lhe ajuda a sair da mente, a criadora dos problemas. Uma vez que você descobre que você não é a mente, a grande transcendência aconteceu. Você é deixado com uma profunda paz; um grande silêncio prevalece. Esse silêncio é a solução. Essa paz é a resposta. Permita que o seu ser floresça. Se você vê e ama a essência nos outros, é porque você encontrou a essência do seu próprio Ser. Esta é a forma mais pura de compaixão. Não é de um para o outro, mas do Ser para o Ser. Isso é compaixão verdadeira, amor verdadeiro: compartilhar a sua iluminação, compartilhar a sua dança do além. Vamos seguir juntos nossa viagem de cura e de lembrança de si mesmo. Abençoado seja cada um de vocês. Que haja sincera disposição para a transformação. Muito Amor. Namastê.

Link para o workshop "Turiya - a Fonte do Ser".

Assista ao vídeo sobre a Celebração dos 50 anos do Prem Baba com imagens dos grupos.

Assista ao vídeo sobre Prem Samit em uma matéria para o Amo Meu Fazer.

INSCREVA-SE NO CANAL!

As novidades do Atma Zen no seu e-mail.

Seu e-mail nunca será divulgado.

Seu e-mail nunca será divulgado.


Samuel Miranda
Engenheiro, empreendedor, karateka e yogi. Criador do Atma Zen.